Reflexão de Réveillon

Sabe, eu tenho um HD portátil em que fiz backup de arquivos antigos.
Eu sou um cara que gosta de preservar registros de coisas que passaram. Tenho fotos, áudios, vídeos, objetos, cartas, comprovantes, ingressos, bilhetes de passagem.
Minha memoria não é muito boa, então esses recursos me servem como apoio.
E acabo usando como subterfúgio contra mim mesmo. A gente faz isso - auto-sabotagem. Fazer o que?
Agora estou ouvindo composições minhas de 2010/11/12... Anos mágicos da minha vida... Era pra eu refletir no meu 2013 mas 2013 foi tão bom.
Esses últimos anos me trouxeram muitas experiências e me mudaram profundamente; por coisas que vivi, pessoas que conheci, coisas que aprendi, erros que cometi, conquistas, fracassos, máscaras caídas, perspectivas alteradas, vivência de coisas não planejadas, realização de coisas que não me achava capaz.
Como é melancólico mas bom, olhar pra trás e saber que ao menos eu vivi.
Se tudo isso coubesse no meu HD...
Sabe, simbolicamente estamos entrando em um novo ciclo e eu vou precisar de um "HD" novo pra registrar o que vou vivenciar esse 2016 - um ano que promete! Mas não vou jogar fora meu HD velho. Não posso!
Eu sei que as coisas literalmente mudarão de hemisfério. Muito frio na barriga. Viver dá medo. Mas a coragem está em enfrentar.
O aprendizado desses anos é que não preciso fazer isso sozinho!